domingo, 28 de junho de 2009

Tanto mar



Composição: Andréa Martins

Eu guardei você em mim
Desde quando eu te vi

Não sabia o que eu sentia
Mas estava ali
Pra então, um dia você ser minha
Foi então, que eu entendi
Que com o tempo eu já percebia
Te encontrava aos poucos em mim
Tanto mar, pra chegar
Onde estamos aqui
Com você sempre há motivo pra sorrir
Essa paz que eu desconhecia
Eu sabia que estava guardada pra mim
E então descobri, que a ti pertencia
Tudo que me faltava em fim

sábado, 23 de maio de 2009

Eu resolvi não ter mais medo e me jogar .
Deu certo.
Me apaixonei exatamente como estava precisando. Intensidade.Te admiro, te respeito e me orgulho de ser a SUA namorada, mais ainda quando diz: minha mulher.Com você eu aprendi a acreditar de novo, você resgatou um lado em mim que eu já havia esquecido como era. Você me faz crer que ainda existe final feliz, que histórias felizes e apaixonadas podem estar fora dos livros e filmes. É eu estou acreditando.Gosto de tudo que temos compartilhado, equilíbrio.Eu tenho a sensação que a tempestade aqui dentro passou, agora é aquele silencio bom de calmaria .
Tudo que eu quero é te cuidar, te fazer feliz, ser mais e melhor por mim e por nós. Desejo a nós toda felicidade que merecemos
Sou viciada no seu cheiro
Seu abraço foi feitinho pro meu corpo se enroscar.
ADORO O jeito que me olha, quando eu estou distraída assistindo ,quando você diz que ficou me olhando dormir, como me cuida, como me beija e quando acaba o beijo seu olhar grita: “como você me faz bem”. Como me abraça pra dormir; como me mima como confia em mim.
Já falei alguns pensamentos, sobre algumas inquietações minhas e valores que trago comigo.Cada pessoa que passa por nós tem suas singularidades, todavia, algumas nos marcam com tamanha propriedade que querermos viver por todo tempo que nos resta com elas. As minhas noites ganharam companhia fiel, o pensamento em você. Lembro-me dos abraços longos e confortáveis, sentimento totalmente sem descrição.Demos o primeiro passo de uma história repleta de milhares de oportunidades cotidianas, oportunidade de ceder quando a negociação emperra, de ajeitar daqui e dali pra ficar o mais juntas possível, de crescermos, de parar ou maneirar o ritmo quando uma ou a outra não está pronta e bem pra seguir, dar as mãos. Nosso amor nasceu e ganhou um lugar, um conforto só dele e tem me acalentado quando chega o medo nas vezes em que decido mudar de rumo, viro a esquerda, ao invés da direita programada. Falar desse amor é tão difícil, minto descrever que é tarefa pouco possível. Porém, posso falar com aproximações do que ele me causa, do quanto ele me veste, me conforta, me impulsiona. Esse amor me fez admirar os pequenos gestos,. Esse amor me emociona muito e eterniza em minha mente milhares de imagens,milhares de milagres .
È certo que alguns dias nada vai bem , as cores ficam foscas e até o vermelho mais intenso parece insosso,mas basta se aproximar o fds e me sinto como uma criança que vai viajar.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Sempre me perguntavam qual o meu tipo de mulher , respondia que tenho atração pelas morenas ,derrepente me pegay pensando : como posso ter atração pelas morenas se a mulher que amo de dentro pra fora e loira ? Me dei conta de que a resposta estava na pergunta .Te amo de dentro pra fora , por isso pouco importa se és loira ou morena.
Meu tipo de mulher é aquela que me toma a segurança, me deixa sem jeito nem palavras. Aquela que me faz ensaiar o que vou falar. A que me faz estragar a piada pra depois consertar a graça. Aquela que consegue me transformar em uma mulher tosca. Aquela que não sabe a razão pela qual eu gosto. Meu tipo de mulher é aquela que me faz nada mais que uma menina.
Ontem em outra das minhas divagações me pegay pensando ,não é moderno falar de amor .É brega e fraqueza ,o amor que está na moda agora é o amor próprio ,eu até entrei na moda sabe ? Não tinha mesmo opção ,todas as pessoas que conhecia seguiam a tendência ,mas encontrei você e passei a questionar (mania de questionar tudo ).Pode-se falar em machucar , ferir, ironizar, humilhar. Pode-se rir de tudo. Pode-se odiar, competir, destruir, destroçar... Até vejo por aí, a palavra amar. Mas amar sem conjugação. Me ame, me olhe, me veja, me exalte. Eu amo você, é frase pequena solta sem pensar. Ninguém age ,não é mais um verbo de ação . Não é entrega, é jogo .Amor que eu conheci, quer colar, grudar, plugar, encaixar, juntar. O Amor que eu conheço se desdobra na conjugação de outros verbos, te amo, te cuido, te mimo, te adoro, te busco, te levo, te enlouqueço. Jamais de dor.

Bom...Ontem completamos um ano de namoro e por telefone entregay o blog a você, esse é um dos meus presentes .Sei que muitos problemas irão surguir ,cada vez maiores e mais difíceis de enfrentar ,mas tenho agora uma força enrome ,e tanto quanto serão maiores e mais fortes os problemas maior e mais forte torna-se o que sinto por ti .
Obrigada por segurar a minha mão quando quero desistir ,pela paciência para esperar minha lucidez no momentos de fúria ,pela sensíbilidade de enxergar o que ne doí antes que eu diga que não estou bem ,pelos olhares gritantes ,pelos beijos cheios de paixão,pela dedicação diária e incansável para tornar a distância algo insignificante .E pelo que será ,OBRIGADA!

sábado, 25 de abril de 2009

Odeio





Odeio....
Quando acordo e não te vejo ao meu lado.
Quando te quero tocar e não estás ali.
Quando te quero dar o primeiro beijo da manhã e simplesmente não estiveste comigo,
Nem numa noite, nem numa hora, nem um segundo.

Odeio...
Ter que te amar em partes.
Em ter horas e locais para te tocar, beijar ou simplesmente dar um carinho.
Não poder dizer amo.te sempre que me apetece.
Não te poder abraçar e mimar sempre que quero.

Odeio...
Ter que viver o meu amor em prestações...
Dependente da vontade de outros para ter vc em meus braços
Odeio a distância
A vontade é minha é o meu amor

quinta-feira, 23 de abril de 2009


passeando por aí, dei de cara comigo!

"Desconfio que envelheci. E talvez envelhecer seja saber escolher. Algumas coisas, não topo mais. Como sair de uma festa escura e esfumaçada me sentindo estranha por não ter ficado até alta madrugada.
Não preciso provar mais nada pra ninguém. Nem pra mim mesma. "Exatamente assim que me sinto.
Vez ou outra me sinto estranha por não achar mais tão legal beber todo final de semana, por achar um saco a ressaca e evitá-la a todo custo.
Por achar realmente que tenho mil coisas mais importantes para investir meu dinheiro e evitar jogá-lo fora numa noite da qual não vou me lembrar.
Tem horas que morro de preguiça das pessoas e decido ficar só eu e eu dentro de mim mesma.

Sentimentalmente estou mais segura pq a relação onde estou só me faz bem e estou feliz. Amadurecemos e estamos tomando decisões importantes juntas. Sei que amo pq tenho como base as experiências anteriores que tive.

Vez ou outra penso mil vezes antes de sair pra ver gente superficial falando coisas superficiais.. A mesma ladainha de sempre.Será que no auge dos meus 22 anos eu fiquei velha ou simplesmente não preciso mais provar porra nenhuma pra ninguém???

video


Há algum tempo agora

Você me fez sentir como uma criança
Porque toda vez que eu vejo o seu rosto animado
Eu sinto um arrepio num lugar bobo
Começa na ponta dos meus pés
Me faz enrugar o nariz
Pra onde for, sempre sei
Que você me faz sorrir
Por favor fique agora por um instante
Não tenha pressa
Em qualquer lugar que você vá
A chuva está caindo no vidro da minha janela
Mas nós estamos nos escondendo num lugar seguro
Debaixo das cobertas, ficando secos e quentes
Você me dá sentimentos que eu adoro
Começa na ponta dos meus pésMe faz enrugar o nariz
Pra onde for, sempre sei
Que você me faz sorrir
Por favor fique agora por um instante
Não tenha pressa
Em qualquer lugar que você vá
Já faz um tempo que eu adormeci
Você me cobriu como uma criança agora
Porque toda vez que você me segura em seus braços
Eu fico confortável o bastante para sentir o seu calor


Você está tão longe
tão perto
tão presa a mim
Sinto-te aqui
mas onde você está?
Não nos fios de cabelos espalhados em minha cama
não na música que ouço
não no perfume no meu travesseiro
Você não está lá.
E mesmo assim te sinto
sinto seu beijo na minha barriga
sinto seu respirar na minha nuca
ouço você me chamar
Mas onde você está?
Não nos sonhos que tenho contigo
Não nas fotos que guardo com tanto carinho
não nas frases que escrevo
ou que copio para você
você não esta em nenhum desses lugares.
Mas como pode?
Te sinto aqui.
Já sei, deve ser porque você está em mim
deve ser porque você é parte de mim
e quando você parte
sinto falta não de você,mas de mim
pois você é um pedaço meue é disso que sinto falta
de você em mim,não do mistério, ou do desejo
mas de você em mim...e eu em você...E nosso amor, tão lindo...tão confuso... tão nosso...nem meu, nem seu...

só quando você se encaixar em mim
e eu em você...O quebra-cabeças mais lindo de todos:o nosso amor...Só nosso!!